Alpha Frequency e uma aventura pelo design de Jogos Eletrônicos!

Olá pessoal

Neste último final de semana me reuni a um bando de malucos e ficamos isolados durante 48 horas na Global Game Jam, um evento internacional de desenvolvimento de jogos que acontece em mais 300 sedes no mundo todo.

Apesar do Tiago Junges ter me convidado, inicialmente, para desenvolver um jogo analógico, na chegada já começou o convite ao desafio: E se tentássemos um jogo eletrônico?

A seguir tentarei mostrar o que conseguimos sonhar e realizar em 48h, mas jé adianto que trabalhar nesta equipe, que além de mim e do Tiago contou com o Matheus Gonzaga, Rock Barcellos e Rafael Sinnott.

O Conceito

Depois de receber o tema (que se tratava de “batidas do coração”), um grande Brainstorming, onde praticamente milhares de ideias brotaram optamos por fazer um jogo Cyberpunk com um personagem icônico. O Tiago tinha interesse em criar um FPS e assim nasceu o “Alpha”.

SL05

SL05-2

Além disso decidimos que usaríamos temas gregos para os nomes, nascendo assim a Hera Corp, mega corporação responsável pela criação do Alpha.

O Game Play e Inimigos.

Queríamos fazer com que o game play fugisse do lugar comum de um FPS, por isso o Alpha possui a capacidade de sincronizar sua frequência com aparelhos eletrônicos e assumir o controle deles ou destruí-los. Isso faz com que seja muito mais difícil vencer os inimigos tendo que o jogador buscar analisar estrategicamente o cenário para poder evoluir e vencer seus inimigos, os Tauros, que são os seguranças da Hera Corp, além de sua criadora Drª Diana Febe.

SL09

SL11

Level Design e Sons

Uma coisa muito legal no desenvolvimento foi aprender diversas coisas que não sabíamos e fazer ali na hora mesmo até ver dar cero. O Matheus aprendeu a fazer efeitos sonoros, que ficaram bem bacanas, pois o jogo não tem indicadores de tela (você sabe como está seu status apenas pela frequência dos batimentos cardíacos do Alpha).

E eu aprendi a construir Level design, pensando na sequência da história e no que o personagem poderia encontrar. Ao criar um personagem capaz de abrir qualquer porta eletrônica, criamos um grande problema para fazê-lo seguir uma história hehehe).

SL12

Identidade Visual

Nós trabalhamos forte para desenvolver uma identidade visual, e isto era bem mais fácil de buscar do que fazer o jogo funcionar, por isso conseguimos, creio eu, uma identidade definitiva.

SL08

Mesmo com muitos contratempos conseguimos criar um pouco do level e ficamos em 1º lugar na opinião dos participantes de nossa sede, nas categorias “Conceito melhor elaborado” e “Prêmio tomar que este jogo desse certo”. Além disso, o Board Game ambientado no nosso cenário, que criamos o conceito o H.E.A.R.T. The Board game ficou em 1º lugar em “Ideia Original” e “História mais Criativa” (como ele foi apresentado primeiro pareceu diferente, mas a história e a Ideia eram a mesma, pois fizemos juntos).

Por isso ficamos muito felizes e vamos levar adiante certamente esse jogo. Abaixo um vídeo do que conseguimos fazer 🙂

video

Anúncios

2 pensamentos sobre “Alpha Frequency e uma aventura pelo design de Jogos Eletrônicos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s