“Aqueles 40 no Laboratório” #LabJogos2015

FotoLab

Era uma manhã de outono quando tudo começou…

Os primeiros guerreiros iam chegando meio perdidos, pois o principal organizador chegara atrasado, no caso eu mesmo, e por meio de uma “abertura” entrecortada e feita para alguns poucos participantes, deu-se início o primeiro dia do Laboratório de Jogos Analógicos Narrativos de 2015.

Como chegar

Um evento em sua terceira edição, sendo a primeira vez que ele saiu de Belo Horizonte e da asa de seus criadores (Eduardo Caetano e Rafael Rocha).Uma das críticas que recebemos foi na questão do local e acho importante abordar isso como um a parte:

Mesmo em suas duas primeiras edições ele mudara de local, e ao comprar a ideia de realizar ele em Porto Alegre sabíamos que o local seria um grande desafio. Havia uma situação favorável por termos a disposição o espaço da Lends Club, que na época que “fechamos” a realização do Lab não estava ainda sequer formatada e plenamente constituída. Sabíamos que a questão de acessibilidade seria um desafio, pois já tínhamos público que seria prejudicado por esta condição do espaço. Começamos a construir alguns paliativos, como rampas improvisadas em alguns acessos, mas logo percebemos que precisávamos de ajuda nesse sentido. Entramos em contato com o Daniel Violato, que é cadeirante, que nos esclareceu muitos pontos sobre isso, e concluímos em conjunto com ele como lidaríamos com esta questão. Agradeço muito o Daniel por sua disponibilidade neste sentido. Nos planejamos para recebê-lo e teríamos feito isso para  qualquer um que soubéssemos precisar deste planejamento.

O Evento correu bem nos playtestes, e logo após o almoço demos início as palestras. Como havia conteúdos além do que uma grade simples comportaria, fizemos algumas atividades simultâneas de espaços de discussão no segundo andar. Foram ótimas abordagens em ambos espaços e mesmo sabendo que em alguns casos as pessoas estavam divididas entre qual atividade escolher, consideramos maravilhosa a possibilidade de ter um espaço de conteúdos produzidos pela comunidade que geram esse grande interesse dada sua qualidade.

(clique na imagem e veja o álbum completo)

023

Outro fator incrível do Lab é que suas discussões nunca cessam no ambiente onde ele está contido, mas se expandem para o entorno do jantar ou do bar que vem a seguir. Estes são espaços importantes para a consolidação dos conhecimentos, ao que chegamos a mais uma crítica relacionada ao playteste realizado pela manhã.

O Lab é sim um espaço para se oportunizar que o criador teste seu jogo com um público diferenciado, envolvido em certo grau com desenvolvimento de jogos e capaz de um feedback mais contundente e acertio para o desenvolvimento do jogo. Porém o ue a prática nos mostra é que, apesar de este ativo importante, o playteste é secundário nas expectativas da maioria dos participantes. Em maior ou menor grau, nos parece que o grande foco está na parte de conteúdo e nos debates antes, durante e depois das apresentações de conteúdo. Apesar de ter sido um formato excelente desde o primeiro Lab, me parece que a evasão dos playtestes (que nem acho que seja tão grande assim, já que foram testados 10 jogos nos dois dias de forma completa) está mais relacionada ao foco de interesse do público do que ao horário em que ela ocorre. Inclusive neste ano não precisamos recorrer a públicos externos para que houvesse jogadores para os playtestes. Em ambos os dias haviam 5 jogos disponíveis (primeiro dia 4 jogos de mesa e um larp, segundo dia 3 jogos de mesa e dois larps) e houve jogadores para preencher de forma satisfatória as mesas. Tenho certeza que todos os Game Designers saíram satisfeitos de seus testes.

(clique na imagem e veja o álbum completo)

005

Gerenciar eventos, mesmo pequenos (considerando que o público máximo do Lab foram 40 pessoas em cada dia), é uma tarefa complexa na qual você precisa gerenciar uma série de expectativas. Tentamos abordar o máximo de interesses ANTES do evento, e estivemos abertos a todos que nos procuraram com alguma demanda. Em alguns casos nós mesmos consultamos as pessoas para saber suas demandas. Claro que sabíamos que não seria possível agradar a todos (nenhum evento consegue) mas tentamos o melhor e conseguimos aquilo que o melhor de nossos esforços conseguiu realizar.

Hoje é um orgulho termos realizado e registrado o Lab sem maiores percalços e poder disponibilizar, em menos de um mês após o evento, conteúdos em qualidade razoável para que o Lab não morra em um pequeno círculo e seja consagrado como um patrimônio desta comunidade. Acesse o Canal de Vídeos e vá conferindo as publicações que estamos disponibilizando a medida que vão ficando prontas.

Gostaríamos de agradecer as pessoas que confiaram na nossa capacidade de realizar e deixar aberto para que qualquer outro que tenha vontade, disponibilidade e se sinta capaz de tocar o Lab Jogos, assuma a responsabilidade para 2016 e conte com nosso total apoio para o que der e vier.

Acompanhe tudo do Lab na Fan Page e no Site!

Que façamos cada vez jogos melhores e mais significativos! 🙂

Anúncios

Um pensamento sobre ““Aqueles 40 no Laboratório” #LabJogos2015

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s